spot_img
0,00 BRL

Nenhum produto no carrinho.

InícioMusculação e NataçãoNado Borboleta - Puxada Frontal

Nado Borboleta – Puxada Frontal

Você já fez deve ter ouvido que o nado borboleta é o mais complicado de todos! Talvez o mais difícil de ser realizado, ou ainda, o nado que exige mais força do que técnica! Se essa é uma das suas dúvidas ou você já ouvi uns destes aspectos, fica até o final desse vídeo que vou tirar as suas dúvidas!! 

VINHETA 

Olá, eu sou prof. Dr. Alexandre Ubilla e entes de iniciar o tema já quero pedir pra você não esquecer de se inscrever no canal, caso não seja inscrito e já curte essa aula, justamente pra eu conseguir levar essas informações tão importantes as outras pessoas. 

Bom, creio que se você já fez a braçada do nado borboleta, você sabe que é complicada fazer a braçada porque chega num momento que falta força, isso sem contar que as articulações doem, mas quando falo de força, não é só de braço não, sabe porque? 

Nosso corpo possui uma cadeia de movimentos, dificilmente você vai realizar um movimento e move só 1 músculo (mas pode acontecer), mas no nado borboleta, ainda mais na braçada, a coisa fica muito ampla…e eu vejo até alguns nadadores treinando só bíceps e tríceps pra melhorar a braçada. Preciso te falar o seguinte: você está fazendo errado!  

Hoje eu vou te mostrar uma etapa do movimento de braçada do nado borboleta, que é o apoio e o início da tração, e olha só, quantos movimentos musculares é realizado num simples movimento, olha só (VÍDEO NADO BORBOLETA, pode ser o meu ou do Diego Ferrigno)…neste movimento, serão utilizados os músculos: grande dorsal, redondo maior, tríceps e bíceps, peitoral maior e menor, deltoide anterior e trapézio! Percebam que é um grupo muscular num movimento muito simples, e que exige força sim, técnica também, mas a técnica é um outro assunto que inclusive eu já coloquei até num outro vídeo aqui no meu canal que eu vou deixar o link aqui fácil pra você assistir. 

Não falo que está errado trabalhar bíceps e tríceps aqui, mas só isso não garante força no nado, mesmo porque você precisar fortalecer a musculatura que envolve a cápsula articular gleno ulmeral, então perceba que não é só bração, mas uma cadeia muscular. Está bom, mas blz, que tipo de exercício devo fazer aqui. Neste vídeo, eu vou te mostrar a puxada frontal, mas antes de abordar como fazer e de que modo fazer, já curte aqui o vídeo se você esestá gostando da aula! 

Antes de ir para o vídeo, preciso te falar sobre a chamada base estável: o que significa isso: quando você fizer esse exercício, você precisa, isso não é dica, é regra, que a coluna vertebral esteja com todas as suas curvaturas preservadas durante a execução da puxada alta. Nada de querer fazer exercício rápido ou torto, faça com calma e preste atenção no movimento! Uma outra regra é manter o tronco estático, o que facilita demais a concentração do movimento e gera uma demanda energética muito melhor. Percebam que no movimento que é realizado, não há queda do tronco pra trás, o que alguns até fazem, daí a postura foi embora e pode até prejudicar o corpo do aluno e o movimento em si. Indo pra trás pode acontecer justamente porque o peso está demasiado, daí precisa reduzir e fazer o movimento correto. Presta atenção no movimento que ele faz com calma, concentrado, sem exageros e olha só a pegada que ele executa. Isso também facilita a trabalhar o grupo muscular que a gente quer atingir aqui!  

Bom pessoal, a aula de hoje é essa, se você gostou, curte essa aula, se inscreve se não é inscrito e deixa nos comentários qual exercício você realiza pra melhorar a puxada do movimento do nado e que a gente possa ajudar outros profissionais a entender que mesmo utilizando força, deve sempre fazer de maneira certa! 

Forte abraço e até a próxima aula! 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMOS POSTS